Lista FAPS para o Conselho das Comunidades Portuguesas

24 agosto 2015
Escrito por Fernanda Torre
Imprimir Email

A Federação das Associações Portuguesas nas Suécia (FAPS) apresentou nos dias 14 e 17 de agosto uma candidatura ao Conselho Das Comunidades Portuguesas, círculo eleitoral da Suécia. A candidatura por preencher os requisitos inscritos no articulado da Lei, foi aceite pelo embaixador de Portugal. 

Esta é a primeira vez conseguimos colocar a Suécia no mapa eleitoral como círculo único. Isto mesmo atendendo ao facto de ter saido um despacho do Secretário de Estado no dia 9 de junho em que os eleitores recenseados em Copenhague, Oslo e Helsínquia votam no nosso círculo.

As eleições decorrerão no dia 6 de setembro havendo duas secções de voto a funcionar:
  • Uma secção de voto em Estocolmo: consulado de Portugal
  • Uma secção de voto em Gotemburgo: consulado honorário de Portugal.
Horários das mesas de voto: 08:00h até 19:00h
Lista proposta pela FAPS às eleições para o Conselho das Comunidades Portuguesas: Círculo eleitoral da Suécia, no dia 6 de setembro de 2015.
 
Candidato  efetivo:  Amadeu Batel
Candidato suplente: Paula Costa
 
“As pequenas Comunidades também contam!” 
 
Os motivos de uma candidatura:
 
Dar voz às pequenas comunidades: A lista proposta pela FAPS levará como sempre ao Conselho a voz das pequenas comunidades. Uma comunidade que apesar da sua pequena dimensão tem uma larga experiência em matéria de trabalho associativo, federativo e intercomunitário na defesa dos direitos dos portugueses e lusodescendentes na Suécia, e no Mundo.
 
Contribuir para a definição de uma verdadeira política para as Comunidades Portuguesas: Acreditamos que a defesa da conservação da língua, cultura e identidade portuguesas dependem tão- só da vontade de Portugal definir estratégias, principios e orientações que unam os portugueses dentro e fora de Portugal. Tudo faremos para o Estado Português assuma as suas responsabilidades definindo políticas de língua, cultura, identidade e participação cívica inclusivas dos portugueses residentes no estrangeiro como parte constitutiva da Nação.
 
Contribuir para o reforço do movimento associativo : Pretendemos lutar pelo reforço do associativismo como meio essencial ao objectivo de prolongar a ideia de Portugal e da portugalidade no mundo. O movimento associativo tem vindo a sofrer , nos últimos anos fortes ataques institucionais. É necessário inverter esta situação procurando através do Conselho sensibilizar o Governo português a  lançar uma outra política de apoio ao movimento associativo nas suas mais variadas vertentes.
 
Documentos Relacionados:
 
 
Para mais informação: Comissão nacional de Eleições(  www.cne.pt) onde se encontra o mapa eleitoral e, a Lei, portaria e despacho; Embaixadas em Estocolmo (http://www.embassyportugal.se/), em Copenhaga (http://www.embaixadadeportugal.dk/), em Oslo (http://www.portugalinnorway.com/) e Helsínquia; o site dos Portugueses na Dinamarca (www.portuguesesnadinamarca.com)  e na Noruega (www.lusofonia-bergen.no).
 
Atualizado em 11-02-2017
FacebookMySpaceTwitterDiggDeliciousStumbleuponGoogle BookmarksRedditNewsvineTechnoratiLinkedinMixxRSS FeedPinterest

Revista Português

Horário de Funcionamento

Segunda-feira: Encerrado
Terça-feira: Encerrado
Quarta-feira: Encerrado
Quinta-feira: Encerrado
Sexta-feira: Encerrado
Sábado: 10.00 - 20:00
Domingo: 10.00 - 20:00

Informação geral

Ligue:
(+46) 123456789

Email:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Visite-nos:

Hagalundsgatan, 35 BV 169 66 Solna

Close Panel

Member Login